Nas trilhas do Geoparque Seridó: embarque em uma jornada surpreendente pelo interior do RN

Você já ouviu falar nos "geoparques"? Tratam-se de regiões demarcadas com atributos geológicos, biológicos e culturais bem especiais. São importantes científica, cultural e historicamente, e o Rio Grande do Norte é a casa de um aspirante a geoparque que você não pode deixar de conhecer! Com 2.800 quilômetros quadrados, o Geoparque Seridó abraça os municípios de Cerro Corá, Lagoa Nova, Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas e Parelhas.

Hoje te convidamos para uma jornada: uma viagem de seis dias pelas trilhas do Geoparque Seridó! Bora com a gente?

DIA 1 - CURRAIS NOVOS

Nossa viagem começa em Currais Novos, uma das maiores cidades da região do Seridó. Passou o protetor solar e colocou roupinhas leves? É hora de visitarmos o Geossítio Cânions dos Apertados, uma região encantadora! Depois, passamos pelos túneis e galerias do Geossítio Mina Brejuí, a maior mina de scheelita da América do Sul, e paramos para almoço. À tarde, vamos até o Geossítio Pico do Totoró e ao final do dia contemplar o pôr do sol no Geossítio Morro do Cruzeiro, com vista para a cidade se abrindo no horizonte.

DIA 2 - ACARI

Seguimos Seridó adentro até chegarmos em Acari. Aqui, o itinerário começa com um rapel no Geossítio Açude Gargalheiras para os aventureiros. Paramos para almoçar com a visão incrível do açude e da paisagem que o rodeia. Visitamos o Museu do Sertanejo e o Geossítio Poço do Arroz, às margens do rio Acauã, lugar onde dá até para se conectar com a ancestralidade, já que encontramos inúmeras gravuras rupestres bastante preservadas.

DIA 3 - CARNAÚBA DOS DANTAS

Nosso terceiro dia se inicia na terra da música, casa do grande Felinto Lúcio e do Castelo di Bivar. Em Carnaúba dos Dantas, a primeira visita é no curioso Geossítio Serra da Rajada. De lá, uma visita ao Geossítio Xique-Xique, um sítio arqueológico conservado, com pinturas rupestres e trilhas de acesso com corrimões, pontos de descanso e passarelas no meio da caatinga. À tarde, uma visita ao famoso Castelo cenário de filmes nacionais, e uma peregrinação até o Geossítio Monte do Galo, conhecido pelo turismo religioso e pela ampla vista de toda a cidade e região, com suas serras serpenteantes.

DIA 4 - PARELHAS

Depois de um bom descanso, é hora de conhecer Parelhas. Na cidade, passamos pelo Cânion dos Batentes, que é o leito do Rio Seridó, e ainda adentramos numa aventura 4x4 pelo Sertão Sobre Rodas. Assistiu "Bacurau"? Um dos filmes mais badalados do cinema nacional nos últimos anos foi gravado pertinho daqui, no Povoado da Barra, e você vai conhecer a locação que encantou o Brasil! À tarde, subimos a Serra das Queimadas, junto ao Geossítio Açude Boqueirão, e conhecemos o Lago da Pedreira, tendo em seguida uma perspectiva panorâmica do açude e as histórias curiosas da Serra da Princesa.

DIA 5 - LAGOA NOVA

O pernoite agora ficou com o clima mais ameno da serra, iremos desbravar o município de Lagoa Nova. A rota se torna ainda mais interessante aqui: visitamos o Geossítio Tanque dos Poscianos e o Cruzeiro da Baraúna, onde fica o santuário em torno da lagoa que deu nome à cidade. A cidade está repleta de opções de entretenimento e gastromia que você não vai querer perder! À tarde, partimos para um pôr do sol no Mirante Alto da Serra.

DIA 6 - CERRO CORÁ

Encerramos nossa viagem de seis dias em Cerro Corá, no alto da Serra de Santana. O último destino nos apresenta o Geossítio Nascente do Rio Potengi, principal curso de água do Rio Grande do Norte, com foz em Natal. De lá, conhecemos o Geossítio Serra Verde, com visita a alguns lugares bastante únicos. Entre eles há a Pedra do Nariz, que, como o próprio nome sugere, apresenta forma muito idêntica a um nariz humano, com narinas e tudo. Além disso, passamos pelo tanque azul e vemos ainda mais pinturas rupestres pelo caminho.

_____________

Ufa! Seis dias é uma viagem inesquecível, não é? Lembrando que todo percurso é acompanhado por guias que tem amplo conhecimento da região. No fim, você sai não apenas conhecendo um dos tesouros do Rio Grande do Norte, como termina ainda mais conectado com a rica história do planeta em que vivemos. 

Quer mais dicas sobre o nosso estado? Siga o nosso Instagram @tudocomecaaquirn.

Entidades Parceiras